Você quer terror e suspense? Então, venha saber mais sobre o trabalho de Airton Marinha, Samuel Sajo e Bräo, que estarão durante a  CCXP18 no Artists’ alley.

Airton Marinho e Samuel Sajo – Mesa G36

Airton Marinho, Samuel Sajo e Bräo na CCXP18

Airton Marinho é roteirista, formado pela Quanta Academia de Artes e já publicou as seguintes coletâneas pela Editora Draco: “O Rei Amarelo”, “Despertar de Cthulhu”, “Demônios da Goetia”, “Fome dos Mortos”, “Despacho” e “Periferia Cyberpunk” (sendo as duas primeiras premiadas com o troféu HQ Mix). Também lançou, pela Editora Draco, a revista “Cabra D´água: Terra Sitiada”, história sobre um andarilho no sertão, que usa os poderes da água para resolver conflitos e ajudar o povo. A publicação lhe rendeu indicação como “Roteirista Revelação” para o troféu HQ Mix de 2015. De forma independente, publicou nas coletâneas “Gibi Quântico” 1 e 2 (a primeira edição foi ganhadora do troféu HQ Mix, tendo sido editor e roteirista da segunda edição). Junto com o desenhista Samuel Sajo, lançou a revista “HellDang” na CCXP de 2017, que conta a história de uma banda de rock que pede a ajuda de um caminhoneiro satanista para realizar um pacto com o demônio. Para este ano, ele lançará as seguintes revistas na CCXP: “HellDang: Pandemônio”, revista de 32 páginas. Na história, o caminhoneiro satanista, Tião, precisa se livrar de um moleque possuído pelo demônio. Como nenhum dos exorcismos deu certo, só lhe resta um lugar para ir: a Arena Pandemônio; “Trambik”, revista colorida de 24 páginas. Uma história urbana e violenta sobre dois picaretas atrapalhados que se envolvem com traficantes russos e magnatas criminosos.

Samuel vem publicando no cenário nacional de quadrinhos desde 2013, quando comecei pela Revista MAD. Desde então, busca seu espaço no cenário independente. Veio do humor e, hoje, está envolvido diretamente no terror nacional, organizando e produzindo quadrinhos tanto por editora quanto independente. Tem atuado (ainda em fase inicial) no cinema independente, escrevendo curtas como “SOMBRAS” (HIPNÓTICOS Filmes), cartazes, storyboard, character design (RZP Filmes). Foi indicado ao HQ Mix 2018 como Desenhista Revelação e como Publicação MIX com a HQ “Despacho”. Nesta CCXP, lançará em destaque a segunda edição da HQ “HELLDANG”.

A mesa do Airton e do Samuel foi a que passei mais tempo, conversamos bastante e até mesmo ajudei eles a organizar umas coisas  em uma hora que estavam corridos e com fila. Eles são dois caras muito gente boa, muito talentosos, com ótimas HQs, prints, etc à venda em sua mesa.

O estilo deles seria algo mais sombrio, macabro, ou como diz o Airton “se gosta de capirotagem vem na nossa mesa”.
Airton é roteirista, já escreveu para a trilogia de horror cósmico da Editora Draco, o “Rei de amarelo”, “O chamado de Cthulhu” e “Demônios da Goetia”, “HellDang” junto do Samuel Sajo, “Despacho”, “Cabra D’água”, entre outros.

Samuel sajo é desenhista, entre seus trabalho está “HellDang”, “Despacho”, desenhos para várias volumes da revista Mad, e queria destacar o ótimos prints que estava vendendo (comprei um do monstro do pântano que era muito bom!)

A mesa deles é estilosa, bem a cara dos seus trabalhos, vale a pena você conferir.

Bräo – Mesa G21

BRÄO nasceu e cresceu em São Paulo, onde passou a maior parte de sua vida adulta trabalhando como animador e diretor de arte para empresas de animação. Em 2010, resolveu dedicar-se ao desenho e à pintura que havia abandonado por quase uma década. Com o passar dos anos, começou a desenvolver um estilo visual próprio e a ganhar uma base de seguidores, sentindo-se mais confiante para criar seus trabalhos. Lançou quatro livros de forma independente, como o quadrinho erótico “Cornücópia”, a HQ de terror “Diva Satänica” e os dois volumes de seu artbook, “Bad Wömen”. Hoje, além de ainda trabalhar para publicidade como diretor de animação, arranja tempo para seu trabalho pessoal e independente, além de lecionar desenho e pintura na Quanta Academia de Artes. Neste ano, ele vem à CCXP para lançar seu novo quadrinho independente, “Vermilliön”.

Lembro na CCXP17 de passar pela mesa dele e ver uma print sensacional da Delirium, e claro, comprei na hora (mandei mensagem para um amigo vir comprar porque só tinha mais um – e esse meu amigo acabou comprando outro print da hera venenosa e Diva Satânica), e depois mostrei o print pra uma amiga que não pode ir pra CCXP e ela entrou em contato com o Bräo e também comprou a arte da Delirium.

Bräo tem um traço fantástico, tem vários prints muito bons na sua mesa, difícil passar sem pegar nada ou não parar para admirar seu trabalho.
“Diva Satânica” e “Cornücópia” estão entre seus trabalhos mais reconhecidos. Também desenhou historias mais curtas para a fast comics.

Este ano, ele lançará seu novo quadrinho independente, “Vermilliön”.
Bräo é outro artista gente boa e que curte heavy metal. Passem na mesa dele, tenho certeza vão gostar do seu estilo e já se preparem, com certeza vão comprar alguma coisa. .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *