Já disse que a CCXP18 está cheia de mulheres maravilhosas este ano. E este post é dedicado a uma dupla de ilustradoras, cada uma com sua arte característica, mas que vão conquistar você. Eu lhes apresento: Cora e Marina.

Cora Ottoni – Mesa C29


Cora é formada em Comunicação Visual Design pela UFRJ. Seu trabalho de conclusão de curso foi apresentado em 2016 e se chama “Os Zeladores do Tempo”, que se tornou sua primeira história em quadrinhos (essa para o público infanto juvenil). Com ele, já viajou para várias cidades brasileiras e também Buenos Aires, na Argentina. No mesmo ano, em outubro, começou a fazer tirinhas autobiográficas de humor que se tornaram um livro financiado por Catarse em dezembro de 2017. Este livro se chama “Corenstein – O que eu tô fazendo com a minha vida” e, após muitas críticas ótimas, foi indicado a prêmio de melhor publicação de tiras no prêmio HQ Mix de 2018. Sua carreira, no entanto, não se resume só a quadrinhos: Cora foi animadora e assistente de produção no estúdio Animatório, no Rio de Janeiro, por um ano e, desde junho de 2016, é ilustradora do Copa Studio, tendo trabalhado, inclusive, na segunda e terceira temporadas do desenho animado “Irmão do Jorel”.

Lembro exatamente de como conheci a Cora durante a CCXP17. Eu estava dando uma voltinha pelo Artists’ Alley, olhando as mesas até que parei e vi um print dela que dizia algo do tipo “Dinheiro não trás felicidade, mas compra quadrinhos, que quase a mesma coisa”. Ela perguntou se eu conhecia o trabalho dela e eu respondi que não, até que ela disse que produzia tirinhas autobiográficas e me encantou com o jeitinho dela. Acabei não levando o print, porque gosto mais do de tamanho A4 (mas o Fer comprou!), mas é claro que levei um pouco do cotidiano da Cora comigo, o Corenstein. 

Você com certeza vai se identificar com as tirinhas da Cora. Gosto muito dos traços que ela utiliza para fazer seus quadrinhos autobiográficos e como as características permaneceram,  mas representados de outra forma com a HQ “Zeladores do Tempo”. Aliás, se você não conhece o trabalho da Cora, já vai se adiantando e olhando o Instagram dela, que está com uma série de tirinhas de como é a vida após sair da casa dos pais (e é claro, a Cora está passando por essa situação neste exato momento). Estou ansiosa para saber o que a Cora vai levar este ano para a CCXP, mas de uma coisa, eu tenho certeza: eu vou gostar, porque sou fã dessa garota.

Marina Vasconcelos – Mesa C29

Marina trabalha na Copa Studio como artista de cenário para desenho animado desde 2015. Já passou pelas séries “Tromba Trem” e “Irmão do Jorel”, e também participou de curtas com amigos para o Anima Mundi. Animação, quadrinhos e ilustração são, talvez, suas coisas favoritas na vida, além de cachorros e Nicholas Cage. É otaku também, mas não espalha por aí. Seus projetos pessoais tem como universo favorito os dos contos de fadas e seus trabalhos são sempre muito coloridos, bem humorados, cheios de brilho e arco-íris. Apesar de toda fofura, ela também é entusiasta de filmes trash nas horas vagas. Então, quem levar dicas dos melhores entre os piores filmes de todos os tempos ganha adesivo e um sorriso! : ))

Mesa C29? Copa Studio? Epa! Acho que você já leu essas informações anteriormente. Mas, é isso mesmo. A Marina trabalha junto com a Cora, e não é só isso. Eu conheci a Marina quando conheci a Cora porque elas estavam dividindo a mesa. E não é só isso. A Marina também não mora com os pais, e sim, ela mora com a Cora. E sim, elas estarão juntas novamente. Mas que amigas, friends! 

Como já disse, conheci a Marina quando conheci a Cora, me encantei pelo seu cabelo azul e seu cosplay de Wirt, de O Segredo Além do Jardim. Me encantei pelos seus cards de bichinhos graminhas e florzinhas e pelo seu traço cheio de personalidade. 

A Marina tem um jeito daquela menina que a gente quer ser amiga, tem um cabelo super legal e é cheia das brincadeiras. Já visitou o Japão, tem uma caixinha de música mais do que maravilhosa do Totoro (acho que é do Totoro, eu lembro que é do Studio Ghibli – stalker – ) e tem desenhos que fazem nosso coração encher de cores e felicidade só de olhar para eles. E você pode conferir já um pouquinho do trabalho dela em seu Tumblr.

Já quero ser amiga dessas duas maravilhosas. Mas quem não gostaria? Não deixem de passar pela mesa delas e conferir seus trabalhos, conhecer essa dupla e perceber como o jeitinho de cada uma se completa ao da outra. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *